terça-feira, 30 de julho de 2013

Valentino, o mestre italiano do glamour ( Valentino, the italian master of glamour )

Valentino é sinônimo de elegância e glamour. Grife amada por celebridades,seu símbolo maior é a cor vermelha, cor essa que consagrou a marca. Valentino Garavani, seu criador, é um dos estilistas italianos mais consagrados e que deixou sua marca registrada na alta moda mundial. Sua casa de moda está entre os impérios ( de moda ) mais famosos do mundo .



Valentino Clemente Ludovico Garavani nasceu em 1932, em Voghera ( ao norte de Milão ), na Itália. Com a arte já impressa no DNA, revelou-se um talento precoce . Desde criança já se interessava por desenhar figurinos para cinema, sua grande paixão.
Valentino ganhou esse nome em homenagem ao maior astro do cinema mudo do início do século XX - o também italiano Rodolfo Valentino. Ele adorava arquitetura, pintura, escultura, além de ser um ótimo desenhista. Por conta disso, matriculou-se em um curso de desenho de moda , no Instituto Santa Maria, em Milão.


Valentino na juventude

Valentino, em início de carreira

Aos 18 anos Valentino mudou-se para Paris, com o objetivo de estudar na Câmara Sindical de Alta Costura ( Chambre Syndicale de la Haute Couture ). Ganhou o primeiro lugar em um concurso de estilismo, em 1952, e graças a isso, conseguiu um emprego como assistente no ateliê de Jean Dessès, e lá passou 5 anos, onde desenvolveu bastante a técnica do drapeado .
Em 1957, deixou a maison Dessès e foi trabalhar com Guy Laroche, seu colega de trabalho na maison.
Regressando à Itália, Valentino abriu seu próprio estúdio, e , em 1961, apresenta a primeira coleção em Roma, no seu ateliê na rua Via Condotti. Valentino teve o apoio financeiro do seu pai para realizar o desfile, que contou com 120 modelos. Foi um sucesso !!! Começou ai a sua crescente ascenção e tão logo se tornou um mestre da costura italiana.


Campanha da grife Valentino


Modelo da década de 60

Na década de 60, em meio a  enfervecência cultural e de glamour, Valentino despontava no mundo da moda. Nessa época , Valentino ganhou sua primeira grande cliente : Elizabeth Taylor. Na época em que filmava " Cleópatra" na cidade de Roma, Liz se encantou com o estilista e o encomendou um vestido branco para a estréia mundial de Spartacus. Isso deu grande popularidade ao estilista. A partir dai , a lista de clientes famosas do estilista, incluindo celebridades, beldades e socialites só cresceu !!! Outra famosa dessa lista é a ex- primeira-dama dos Estados Unidos, Jacqueline Kennedy, que encomendou ao italiano seu vestido para o casamento com Aristóteles Onassis , vestido este que foi muito copiado pelo mundo.


Elizabeth Taylor usando um modelo Valentino

A amizade entre Liz e Valentino permaneceu

Liz e Valentino

Jacqueline usando vestido Valentino em seu casamento com Aristóteles Onassis

Na década de 60, várias estrelas de Hollywood descobriram a marca Valentino, impulsionando-a para sua expansão internacional. Nessa época Valentino ingressa no prêt-à-porter, lançando uma coleção muito bem recebida.
Valentino se une ao então estudante de arquitetura , Giancarlo Grammetti, em sociedade, na qual Giancarlo passou a atuar como diretor comercial da grife, sendo responsável direto pela expansão internacional da marca que se iniciou nessa década.
No ano de 1968, Valentino lançou uma coleção denominada " Valentino's White", onde o famoso V apareceu pela primeira vez.




Mostra de modelos Valentino em exposição

"Coleção Branca ", de Valentino

Em 1972, introduziu sua coleção masculina e feminina "ready-to-wear", além de inaugurar sua primeira boutique em Roma e outra em Milão. Nos anos seguintes, introduziu em sua linha de produtos como jeans, braceletes e colares, camisetas, além de uma linha de decoração que incluia tecidos, estampas, papel de parede e móveis.
Em 1978, lançou seu primeiro perfume numa noite de gala no teatro de Champs Elisèes, em Paris.
A expansão da marca Valentino continuou com a abertura de boutiques nos Estados Unidos e Japão. Valentino viu a França e sua semana de moda ( a mais poderosa do mundo ), curvarem-se aos seus pés. O ano de 1989 foi marcado pela inauguração da Academia Valentino, um espaço para apresentações de arte.
Nos anos 80, anos marcados pelo luxo e extravagâncias, Valentino tornou-se o primeiro estilista italiano a ser aceito sem restrições pela Câmara Sindical da Alta-Costura da França, que aceita somente membros locais que cumpram uma série de pré-requisitos, para que possam integrar o restrito universo da alta-costura , e, estrangeiros só são bem-vindos como membros convidados. O que foi muito justo, visto que a alta-costura é a principal fonte de criação de Valentino, que também passa pelo prêt-à-porter, até linhas de acessórios e perfumes.
No final dos anos 80, realizou um desfile triunfal, com a coleção inspirada no Wierner Werkstätte, movimento artístico do início do século XX, formado por artesãos vienenses, com desenhos geométricos inspirados em mobiliários e arquitetura, bolas gigantes, listras longas e quadradas.
Em 1991, um modelo de sua coleção de primavera/verão se celebrizou como um protesto contra a Guerra do Golfo. O "vestido da paz", um tubo de crepe branco com a palavra "paz" escrita em 14 línguas, bordado com pérolas prateadas e um mantô brilhante com aplicação de uma pomba de pérolas.
Nos anos 90, Valentino criou uma linha de óculos em acordo com a Luxottica e , em 1998, tranferiu a licença para a Safilo. Tanto armações de receituário quanto óculos solares possuem a elegância e sofisticação características do estilista.



Vermelho, a marca registrada de Valentino


Valentino com suas modelos em desfile dos anos 90



Perfumaria Valentino


Em 2007 Valentino decide se aposentar. A coleção verão 2008 foi a última de prêt-à-porter assinada pelo estilista, que tem a intenção de continuar com a alta-costura. Além disso, 2007 foi o ano em que sua maison completou 45 anos.
O grupo Valentino possui uma marca destinada ao público jovem, a Red Valentino - que abriu recentemente uma loja em São Paulo.
Apesar de Valentino ter se aposentado, ele continua realizando outros projetos. O estilista participou recentemente da elaboração do figurino do New York City Ballet, já que tem uma grande simpatia pelo ballet. A ideia de ter um estilista de renome criando o figurino para essa companhia de dança foi da atriz e ex-bailarina do American Ballet Theater, Sarah Jessica Parker ( a Carrie Bradshaw , do seriado Sex And The City ).
Em entrevista dada ao jornal " The New York Times ", o italiano comentou : " Ballet, eu acho, é algo  para realmente admirar. Aqueles dançarinos realmente fazem apenas isso, de manha à noite. É praticamente uma religião ".  Ele ainda diz : " Eu percebo que os bailarinos fazem de um tudo para serem perfeitos e na alta-moda eu sempre busquei a perfeição ...", completou.

A trajetória de Valentino está retratada no livro " Una Grande Storia Italiana ", biografia de tiragem limitada, escrita por Suzy Menkes e Matt Tyrnauer.


Valentino modelando


No final de um desfile

Valentino foi o responsável pelo figurino do New York City Ballet

Valentino e a bailarina

Sarah J. Parker e Valentino


O estilo Valentino :

Valentino é conhecido como " o rei do chic ". Tornou-se ícone , um nome respeitado e adorado pelas mais chiques celebridades do planeta, e transformou a história da alta-costura.
O charme de suas criações encanta pela perfeição , além de saber aliar uma moda luxuosa, soberba, elegante, sem exageros desnecessários.
Valentino tem em mente que " nenhum homem gostaria de sair com uma mulher que parece um homem", por isso seus modelos são extremamente femininos - com características próprias, como os cortes diferenciados de sua grife, que é querida por famosos do mundo inteiro e é uma das mais poderosas grifes do mundo.
A marca Valentino também possui uma linha de perfumes e cosméticos. Os perfumes que mais se destacam são o Rockin Rose e o V.


Julia Roberts de Valentino

Kate Winslet


La donna de azul

Christina Aguilera


Museu Valentino ( aqui com Sophia Loren )

Rock'n Rose, perfume da grife Valentino


Valentino em cena do filme " O diabo veste Prada "

Valentino gostava de desenhar vestidos de noiva e fez muito sucesso com a " Coleção Branca", lançada no final dos anos 60. Além das noivas, outro ponto fundamental em Valentino é o uso da cor " vermelha" em seus vestidos.
Segundo uma das autoras de sua biografia, a definição da obra de Valentino pode ser comparada como o rococó - ele acrescentava detalhes às bases anteriormente esculpidas . Há sempre um detalhe na gola, ou na bainha que revela sua essência. O laço foi outra característica marcante.
O criador nunca quis outra imagem de mulher . Sempre almejou uma " donna" exuberante e glamourosa . Não se rendeu à androgenia e ao minimalismo - sempre se manteve fiel ao seu estilo e está ai o segredo do seu sucesso.

Confiram mais mais algumas fotos do mestre italiano :



Valentino e suas criações em vermelho


desfiles da grife Valentino

O laço foi outra grande característica do estilista


Glamour


Uma história de sucesso ...

More pictures :







Eis o laço novamente !


Elegância

In black & white


Red




Exposição Valentino





Beleza e glamour

Red Valentino, a marca jovem da Valentino

Confiram esses vídeos de Valentino:


http://www.youtube.com/watch?v=8jmjtk3E8rc

http://www.youtube.com/watch?v=T-i9JAs2Zvo

Postagens populares